Possíveis traçados da nova ponte Tramandaí-Imbé incluem a Barra e a Lagoa do Armazém 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Imagem mostra os possíveis traçados da nova travessia entre Tramandaí e Imbé. Foto: Reprodução Relatório

Seis possíveis traçados para a construção de uma nova travessia sobre o Rio Tramandaí, entre Imbé e Tramandaí, foram apresentados pela empresa Beck de Souza Engenharia, contratada para realizar os estudos técnicos para o projeto.  O relatório foi entregue nessa terça-feira (27) ao prefeito de Imbé, Ique Vedovato. A Prefeitura do município é responsável pelo contrato a partir de um convênio com a União.

Das seis opções estudadas, cinco são no Rio Tramandaí, no trecho entre a ponte atual e o mar. A sexta alternativa apresentada é de uma travessia sobre a Lagoa do Armazém.

O engenheiro Arilson Volken, da Beck do Souza, informou que mais dois relatórios ainda serão apresentados até o projeto definitivo.  Dos seis traçados, dois foram escolhidos para ampliação dos estudos e as alternativas também serão encaminhadas para análise da Prefeitura de Tramandaí.

Conforme o relatório, possíveis traçados que terão as análises ampliadas seriam junto à Barra do Rio Tramandaí. Umas das alternativas em estudo é uma travessia de 180 metros de extensão. Em Imbé, partiria da Avenida Nilza Godoy (antiga Rio Grande) junto a Rua Caxias. Do lado de Tramandaí, ficaria na Avenida Beira Rio esquina com a Rua Alfredo Elias.

Outra opção apresentada é uma ponte, também com 180 metros de extensão, da Avenida Nilza Godoy, entre as ruas Alegrete e Caxias, até a Avenida Beira Rio, esquina com a Rua São Salvador, em Tramandaí. O documento também aponta para a possibilidade de ser implantado um binário com esses dois traçados.

Também serão ampliados os estudos em relação à travessia sobre a Lagoa do Armazém, com extensão de aproximadamente 1.600 metros. A ponte partiria da Avenida Tramandaí, esquina com a Avenida Porto Alegre, em Imbé. Do lado de Tramandaí, seria na Avenida Rubem Berta, próximo à antiga rodoviária.

A empresa aponta que apesar de ser mais longa, essa última opção tem como vantagem desviar os trânsito das regiões centrais das duas cidades.

Além do prefeito e Imbé, o secretário municipal de Governo, Edison Quadros,  e o engenheiro da Secretaria Municipal de Obras e Viação (SMOV), José Augusto Henkin, participaram da reunião com o engenheiro Arilson Volken. Nas próximas etapas, serão apresentados os estudos mais aprofundados sobre os traçados escolhidos e depois a contratação do projeto executivo com orçamentos de todos os custos.

“Muita gente não acredita, mas estamos cada vez mais próximos dessa tão sonhada obra que vai melhorar o fluxo de trânsito entre os dois municípios, principalmente no verão quando temos um número muito maior de veículos circulando na região”, disse Ique Vedovato.

Leia mais notícias do Litoral Norte. 

Quer receber as notícias do Litoral na Rede no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Postagens Relacionadas