Drama, corrida e alívio: bebê engasgado é salvo em Imbé; assista

Imagens gravadas pela Guarda Municipal mostram drama durante socorro a criança de três meses.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Foto: Divulgação / Guarda Municipal de Imbé

A rápida ação de agentes da Guarda Municipal e de profissionais de saúde da Policlínica de Saúde 24 Horas salvou a vida do pequeno Arthur Miguel Albino, um bebê de apenas três meses, na noite dessa sexta-feira (14), em Imbé. A criança, que se alimenta por meio de sonda em decorrência de uma má formação na laringe, se engasgou e precisou ser socorrida às pressas.

Enquanto abordavam três homens em atitude suspeita, os agentes se depararam com uma mulher gritando e pedindo socorro. Era Jaiane Machado Albino, mãe do pequeno Arthur, já em desespero por ver o filho engasgado. Ezequiel Dias, um dos três guardas municipais envolvidos no resgate, foi quem conduziu as manobras e registrou, em vídeo, os momentos dramáticos. O vídeo completo pode ser assistido no final desta matéria.

“Fiz a Manobra de Heimlich, desengasgando a criança, mas por conta da má formação na laringe ela voltou a se engasgar. Foi então que iniciamos o deslocamento para a Policlínica repetindo por diversas vezes a manobra para que ele voltasse a respirar”, lembra Dias, em conversa com o Litoral na Rede, mencionando o procedimento que tem como objetivo elevar o diafragma e, simultaneamente, aumentar a pressão intratorácica, expulsando o corpo estranho que obstrui as vias aéreas. Os procedimentos fazem parte dos métodos de primeiros socorros ensinados aos agentes durante o período de capacitação para ingresso no cargo. O vídeo revela o desespero dos agentes durante a condução de Arthur ao socorro. Gritos de “sai da frente” – referindo-se aos veículos que obstruíam a passagem da viatura – e “força, bebê, estamos chegando” se misturavam ao choro baixo e agoniante de Arthur. O pequeno não consegue se alimentar pela boca, tendo sido submetido a uma gastrostomia, cirurgia realizada para colocação de uma sonda através da pele da barriga diretamente até ao estômago, para permitir a alimentação e fornecimento de nutrientes.

Ao chegar no pronto atendimento, o bebê foi entregue aos braços do enfermeiro Rodrigo Vieira. Ao Litoral na Rede, ele disse que já aguarda, ainda na parte externa da unidade e ao lado de sua equipe, a chegada do pequeno paciente. “Ele estava com o corpo mole e sinais de falta de oxigênio devido ao engasgo”, relata Rodrigo. “Rapidamente o encaminhei para a sala vermelha, onde realizei novamente as manobras, felizmente com resultado positivo”, complementa.

Especialista em urgência e emergência, Rodrigo lembra que o trabalho em equipe foi o que salvou o pequeno Arthur. “Importante salientar que só foi possível seguir o atendimento devido ao primeiro atendimento da Guarda Municipal, que efetuou com sucesso as manobras iniciais de emergência. Salvamos uma vida com um trabalho de equipe”, completou, referindo aos colegas Diógenes Faccin e Aguirre Lima que, juntamente com Dias, iniciaram o socorro ao bebê. “Acho que tenho um ímã para esse tipo de atendimento. Já devo ter feito uns 15 desde o início de 2021”, brinca o enfermeiro e, agora, novo anjo da guarda de Arthur. “Fardamento encharcado até agora”, finaliza Dias.

O bebê foi submetido a exames e a um raio-x na própria Policlínica, sendo encaminhado logo depois ao Hospital de Tramandaí onde foi avaliado por um pediatra. Ele passa bem.

Assista aos momentos de tensão no socorro ao pequeno Arthur:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Postagens Relacionadas